PALM
PROGRAMA DE ATENÇÃO A LESÃO MEDULAR



                                                             GESTÃO 2014
Coordenação:

Prof. Mallison da Silva Vasconcelos (Fisioterapia-UFPB)

Colaboradores:

Prof. Carlos André Silva (Fisioterapia - UFPB)
Profa. Elaine Cappellazzo Souto (Educação Física- UFPB)
Enf. Iraktania Vitorino Diniz (Enfermagem- TECNOCENTER)
Md. Alécio Cristino Evangelista Santos Barcelos (Médico- Neurocirurgia- HTSHL)
Nut. Adriana Gomes César Carvalho  (Nutrição - HULW)
AS. Roberta Cristina Xavier Silva Araújo (Serviço Social - HULW)


                                                          O QUE É O PALM?

   Trata-se de um programa de atenção multidisciplinar (envolve várias especialidades da área de saúde) voltado para a reabilitação e reinclusão de indivíduos portadores de lesão medular.
    A medula espinhal é a porção alongada do sistema nervoso central,spalm2endo uma continuação do encéfalo, que se aloja em um canal situado nas vértebras da coluna. Traumatismos (exemplo: acidentes com arma de fogo, fraturas, compressão das vértebras,etc) ou infecções podem causar danos a medula espinhal comprometendo a função dos músculos dos membros superiores e/ou inferiores e tronco.
O PALM conta com fisioterapeutas, enfermeiros, nutricionista, psicólogo, assistente social, médicos e estudantes dos cursos de fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia, direito, serviço social e psicologia, envolvidos na readaptação dos indivíduos portadores de lesão medular através de orientações sobre a nova condição clínica, uso de órteses, reabilitação motora, reabilitação urinária e sexual, apoio psicológico, orientação nutricional e treinamento das atividades de vida diária.
O ambulatório de Fisioterapia do Assoalho Pélvico presta assistência aos integrantes do projeto, dando suporte no tratamento das disfunções associadas ao enchimento e esvaziamento da bexiga, disfunções sexuais e problemas anorretais que podem ser tratados com recursos fisioterapêuticos.  


                          DICAS PARA OS PARTICIPANTES DO PROGRAMA
 

Material Educativo:

        
   Folder autocataterismo 


Vídeos:

   
  Autocateterismo vesical (clique no ícone do Youtube)

Reportagem:
 
Você conhece a cola de pele alemã Sauer Hautkleber, para URIPEN?
                            Clique aqui e veja a reportagem!




Avalie o comportamento da sua bexiga

O diário miccional é uma ferramenta de medida extremamente útil e simples que permite caracterizar o hábito miccional do paciente.Ele consiste no registro de todo líquido ingerido, assim como o número de micções, o volume urinado, os horários em que isso ocorre e também registra as perdas e fatores desencadeantes associados.  Este diário é registrado por você ou seu cuidador durante um período de 3 dias.

Pooping animated emoticon       Clique aqui para fazer o download do diário miccional

                                                        
                                                     
 
 
  Site Map